Os princípios verdadeiros podem ser bem diferentes dos nossos ...

Os princípios verdadeiros pelos quais devemos viver podem ser bem divergentes dos que cremos, podendo ser sofismas inventados pelos homens: sombras da verdade ou fragmentos dela.
A identidade do homem é construída por meio de certos contextos sociais, culturais e históricos, porém o Eterno está no contexto da humanidade absolutamente. Quando atinamos com isso, passamos da morte para a vida.
Nesta página poderemos refletir e argumentar, para descobrirmos se estamos vivendo a VERDADE, essa que é absoluta e que não depende de quaisquer pontos de vista.







"Não deixe portas entreabertas. Escancare-as ou bata-as de vez. Pelos vãos, brechas e fendas passam apenas semiventos, meias verdades e muita insensatez."
Cecília Meireles

Vivemos eternamente adquirindo convicções novas e num eterno trabalho de reeducação de nós mesmos.
Mário de Andrade

sábado, 30 de abril de 2011

Mais uma vez, sobre a identidade


Mais uma vez, sobre a identidade

É óbvio, esse assunto é impossível de ser fechado.

Seria muita hipocrisia e muita arrogância de minha parte dizer que já conheço tudo sobre o assunto, que sou a aferidora das medidas – Never...

       Entretanto, sendo identificada com Cristo em sua morte, para nosso Deus e Pai, para Ele, sim, está fechado. Ele sabe quem eu sou e quer usar minha personalidade, construída na carne, para transformar, pelo Espírito, usando como talento, a mim mesma e quem Ele quiser.

      O que me chateia, na instituição eclesiástica, é o fato de quererem imprimir em mim aquilo que (a elite espiritual) chamam de caráter de Cristo. Sendo sincera, acho que nem eles mesmos sabem o que isso significa.

Muito convenientemente para eles, o que não significa que seja conveniente para Deus, nos carimbam como rebeldes, hereges, estranhos à doutrina e daí por diante. A mesma coisa que os escribas e que os fariseus fizeram com Jesus, lógico, guardadas as “devidíssimas” proporções. Assim surgem os vaticanos da vida. Quando usamos nossa razão (dom de Deus) para criticar, somos estigmatizados. Não seria esse, um pecado contra o Espírito Santo, pois é Ele que nos faz pensar e criticar?! Muito forte isso, não?

         Há grande falta, hoje, de senso crítico. Como dizia Sócrates – a massa é promíscua. Não interessa, para líderes e governantes, pessoas que pensem, isto é, pessoas espirituais. A palavra espiritual perdeu o sentido, passou a significar, saia comprida, cabelos compridos, véu, não fazer isso, não fazer aquilo, usos e costumes. Sendo que, todas as coisas me são lícitas (todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm. Todas as coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma -1 Coríntios 6:12), embora não convenham. Somos livres. Jesus nos libertou! Ele nos deu um fardo leve e um jugo suave. É o Espírito Santo que nos leva a fazer o que é correto, nunca, jamais a lei! Jesus nos deixou o Conselheiro. Somos imersos no Espírito de Deus para a transformação do caráter.
       Não será um regimento humano que mudará minha vida, portanto, não perderei minha identidade. O Pai me ama como eu sou!

            Para cada igreja, Paulo escreveu algo diferente, respeitando sua identidade. Acho que, se Paulo estivesse vivo, hoje, ficaria muito triste ao ver que os homens estão lhe seguindo e não seguindo a Cristo. Às vezes, somos mais paulinos do que cristãos. Ele mesmo exortou a que não podemos ser de Paulo e nem de Apolo?! Quero dizer com isto, que cada um de vós diz: Eu sou de Paulo, e eu de Apolo, e eu de Cefas, e eu de Cristo. Seja Paulo, seja Apolo, seja Cefas, seja o mundo, seja a vida, seja a morte, seja o presente, seja o futuro; tudo é vosso, Porque, dizendo um: Eu sou de Paulo; e outro: Eu de Apolo; porventura não sois carnais? 1 Coríntios 3:4.

            Hoje, existem os calvinistas, os arminianistas, os luteranos, os gnósticos, os marcionitas, os pentecostais, os neo-pentecostais, os católicos, os kardecistas e assim por diante. Será que foi “por água a baixo” a oração de Jesus para que fôssemos um? Tenho certeza de que não. Existe um remanescente!
            Paulo imitava a Cristo e nós devemos seguir seu conselho também, sendo imitadores de Cristo. 1 Coríntios 11:1
          Daí surgiu a questão do véu. Os doutores da graça quiseram impor regras para o homem, regras para a mulher, regras para tudo, usando as palavras de Paulo. Sendo que, ele escrevia para certa comunidade, cujos valores estavam invertidos. Lá, as mulheres eram pitonisas do oráculo de Delphos. As mulheres eram procuradas para que falassem o oráculo.
           Então, hoje, tiraram o véu do homem e o deixaram na mulher. Seguem os conselhos de Paulo à risca, totalmente fora de qualquer contexto. Colocam, até, gravatas nos índios! Cantam hinos importados! Maomé e a burca!
O contexto é Cristo e o Reino?
E se Jesus orava, usando véu? O cabelo de Jesus era comprido? Será que ele usava meias? Desculpe...

           Deus nos fez seres pensantes, espirituais no grego, pois o pensamento é vento, é abstrato, vai de um lado para outro, não sabemos de onde vêm e nem para onde vão. O Espírito Santo transforma nossos pensamentos para que fiquem parecidos com os dEle. Dessa maneira produz a “metánoia”, usando nossa “noitikós” – transformando conceitos errados, usando nossa capacidade intelectual pensante, mais apropriadamente, nossa inteligência. Paulo, em Romanos 12: 1 a 3 nos roga, clama para que façamos isso - Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus. Porque pela graça que me é dada, digo a cada um dentre vós que não pense de si mesmo além do que convém; antes, pense com moderação, conforme a medida da fé que Deus repartiu a cada um.

            Bem-aventurados os pobres de espírito, pois , deles, é o Reino dos Céus. Mateus 5:3 – Que verdade! Os pobres de espírito não complicam, simplificam. Entram e não impedem ninguém de entrar no Reino. Eles, sim, possuem identidade...

sexta-feira, 29 de abril de 2011

SOBRE A IDENTIDADE


Dizem por aí que a identidade se constrói, que nascemos da carne e do sangue sem identidade e que a construímos ou deixamos que a construam. Possuímos informações genéticas que, combinadas com o meio em que crescemos e com as oportunidades, formarão nossa personalidade e, consequentemente, nossa identidade.

Pensando que isso é algo que está muito na moda, falar sobre a construção da identidade, da perda da identidade, da identidade da pós-modernidade, da falta de identidade e assim por diante, o que me chamou a atenção nessa meditação foi descobrir ou atestar que, na realidade, não se constrói, não se rouba ou não se perde a identidade, se alguém é nascido de novo, ou seja, se alguém é convicto de que pela fé foi feito filho de Deus.

Quando optamos por crer no sacrifício de Cristo e nos tornamos Filhos de Deus, gerados pelo Espírito, adquirimos nossa verdadeira identidade, isto é, passamos a possuir a identidade de Cristo e essa, ninguém pode nos roubar, porque quem a constrói é o Pai da Eternidade!

Como, hoje, estou completando mais um ano de vida, sendo que, em Cristo, já vivi mais tempo do que sem Ele, então, aproveito a oportunidade para dizer com convicção: sei quem eu sou e aquilo que mais interessa para mim é o que o Pai pensa a meu respeito, é o que o Filho diz sobre mim e o tanto que Espírito Santo me consola!

quinta-feira, 28 de abril de 2011

Comemorando a ressurreição com chocolate

Agradecendo a Deus com louvor e adorando com a vida e com a palavra, tudo isso recheado com chocolate.
Amigolate e seus, respectivos, amigoláticos.
Que delícia, quem não veio, perdeu!





























quarta-feira, 27 de abril de 2011

BÊNÇÃOS SEM MEDIDA VOS DEITARÃO NO VOSSO REGAÇO

Bem, devo confessar que, nem nos melhores sonhos ou nas minhas orações eu possa ter pedido ao meu Senhor e Rei tantos "bens"como os que tenho recebido.
Cada dia que passa, ouço uma novidade maravilhosa a respeito dos meus amigos e irmãos. 
Parece que os céus se abriram e que começou a chover bênçãos por todo o lado. Enchentes e enxurradas que levam a dor e a decepção para o fundo do mar e que deixam para nós só o melhor. As nuvens se foram! Que sol lindo e forte que está nos aquecendo! Que AMOR! Quanto AMOR!
Estamos, novamente, como os que sonham!!!
Hoje, pela manhã, pensei - acho que morri ou que fui arrebatada e que já estou morando no céu!
Dizer obrigada, louvar, adorar etc., nada disso tem sentido, se comparado ao sentimento que trago no coração.
Dai e ser-vos-á dado; boa medida, recalcada, sacudida e transbordando vos darão; porque com a mesma medida com que medirdes também vos medirão de novo. Lucas 6:38
Sem palavras... sei que não mereço nada, mas
Mesmo assim - OBRIGADA MEU DEUS!

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Segunda-feira: o melhor dia da semana!


Como é bom exercer a hospitalidade!
Amo ter a casa cheia de amigos, de filhos e de irmãos. Como isso me edifica!
A mesa posta; a casa “bagunçada”; o barulho das conversas e dos “meninos” jogando PlayStation; ou gritando “gol”, atentos aos jogos de seus times. A cozinha com louça até o teto, a toalha manchada de suco que derramou. Os tênis esparramados, gente tropeçando neles, tudo fora do lugar, contudo bem organizado na comunhão.
Isso acontece aos fins de semana, mas o melhor está por vir às segundas-feiras, quando tenho de recolher as cinzas do dia anterior, sabendo que não acabou por aí, tem muito mais a semana inteira.
Tudo isso me faz muito bem e me realiza, pois sendo um princípio divino, me ensina a amar mais e mais e, menos e menos, me importar comigo mesma.
A gente se esquece, se nega, serve, reparte e tudo o mais que inclua receber e amar desinteressada e incondicionalmente.
Entretanto, acho que sou muito, muito, interesseira, pois quando a casa está cheia, quem mais é abençoado, sou eu mesma!

O amor seja não fingido. Aborrecei o mal e apegai-vos ao bem. Amai-vos cordialmente uns aos outros com amor fraternal, preferindo-vos em honra uns aos outros; não sejais vagarosos no cuidado; sede fervorosos no espírito, servindo ao Senhor; alegrai-vos na esperança, sede pacientes na tribulação, perseverai na oração; acudi aos santos nas suas necessidades, exercei a hospitalidade; Romanos 12:13
          Pois é necessário que o bispo seja irrepreensível, como despenseiro de Deus, não soberbo, nem irascível, nem dado ao vinho, nem espancador, nem cobiçoso de torpe ganância; mas hospitaleiro, amigo do bem, sóbrio, justo, piedoso, temperante; retendo firme a palavra fiel, que é conforme a doutrina, para que seja poderoso, tanto para exortar na sã doutrina como para convencer os contradizentes. Tito 1:8
         Tendo antes de tudo ardente amor uns para com os outros, porque o amor cobre uma multidão de pecados; sendo hospitaleiros uns para com os outros, sem murmuração; servindo uns aos outros conforme o dom que cada um recebeu, como bons despenseiros da multiforme graça de Deus. 1 Pedro 4:9








sábado, 23 de abril de 2011

Easter Song - Canção da Páscoa


Easter Song – Keith Green

Mateus 27 e 28

Here the bells ringing
They’re singing that you can be born again
Here the bells ringing
They’re singing christ is risen from the dead

The angel up on the tombstone
Said he has risen, just as he said
Quickly now, go tell his disciples
That jesus christ is no longer dead

Joy to the word, he has risen, hallelujah
He’s risen, hallelujah
He’s risen, hallelujah

Hear the bells ringing
They’re singing that you can be healed right now
Hear the bells ringing, they’re singing
Christ, he will reveal it now

The angels, they all surround us
And they are ministering jesus’ power
Quickly now, reach out and receive it
For this could be your glorious hour

Joy to the world, he has risen, hallelujah
He’s risen, hallelujah
He’s risen, hallelujah, hallelujah

The angel up on the tombstone
Said he has risen, just as he said
Quickly now, go tell his disciples
That jesus christ is no longer dead

Joy to the world, he has risen, hallelujah
He’s risen, hallelujah
He’s risen, hallelujah
Hallelujah
 
Aqui os sinos tocando
Eles cantam que você pode nascer de novo
Aqui os sinos tocando
Eles cantam que Cristo ressuscitou dentre os mortos

O anjo em cima do túmulo de pedra
Disse que ele ressuscitou, como disse
Rapidamente, agora, vai dizer aos seus discípulos
Que Jesus Cristo já não está morto

Alegria para o mundo, ele ressuscitou, aleluia
Ele ressuscitou, aleluia
Ele ressuscitou, aleluia

Ouçam os sinos tocando
Eles estão cantando que você pode ser curado agora
Ouçam os sinos a tocar, eles estão cantando
Cristo, ele irá revelar isso agora

Os anjos, todos eles nos rodiando
E eles estão ministrando o poder de Jesus
Rapidamente agora, estenda a mão e receba
Pois esta poderia ser sua hora gloriosa

Alegria para o mundo, ele ressuscitou, aleluia
Ele ressuscitou, aleluia
Ele ressuscitou, aleluia, aleluia

O anjo em cima da lápide
Disse que ele ressuscitou, faça como disse
Rapidamente, agora, vá dizer aos seus discípulos
Que Jesus Cristo já não está morto

Alegria para o mundo, ele ressuscitou, aleluia
Ele ressuscitou, aleluia
Ele ressuscitou, aleluia
Aleluia


 





O SALVADOR UNGIDO VIVE

JESUS CRISTO, NOSSO SALVADOR, RESSUSCITOU!


ELE VIVE!!!

RESSUSCITOU!!!

sexta-feira, 22 de abril de 2011

OLHE PARA O CORDEIRO

CORDEIRO DE DEUS

Que hoje, dia em que nos lembramos do sacrifício de Jesus Cristo, muitos, senão todos, tornem-se cordeiros de Deus pela fé no sangue derramado do Cordeiro de Deus mas, principalmente, pela fé em sua ressurreição na PÁSCOA - passagem da morte para a vida!!!

Feliz Páscoa a todos!



Your only Son – Seu único Filho
No sin to hide- Nenhum pecado a esconder
But You have sent Him- mas Você o enviou
From Your side- Ele que estava a seu lado
To walk upon this guilty sod- para que andasse sobre essa lama culpada
And to become the Lamb of God- e para que se tornasse o Cordeiro de Deus
Your gift of Love – Seu presente de Amor
They crucified- eles  crucificaram
They laughed and scorned him as he died- eles zombaram e escaneceram dele enquanto morria
The humble King- o humilde Rei
They named a fraud- eles chamaram de fraude
And sacrificed the Lamb of God- e sacrificaram o Cordeiro de Deus
Chorus:
Oh Lamb of God, Sweet lamb of God- Oh Cordeiro de Deus, doce Cordeiro de Deus
I love the Holy Lamb of God- eu amo o Santo Cordeiro de Deus
Oh wash me in His precious Blood- Oh lava-me nesse Seu sangue precioso
My Jesus Christ the Lamb of God- meu Jesus Cristo, o Cordeiro de Deus

I was so lost I should have died- eu estava tão perdido que deveria ter morrido
But You have brought me to Your side- mas Você me trouxe para o Seu lado
To be led by Your staff and rod- para ser guiado pela tua vara e pelo teu cajado
And to be call a lamb of God- e para ser chamado de cordeiro de Deus
Chorus
Oh wash me in His precious Blood- Oh lava-me em Seu sangue precioso
My Jesus Chris the Lamb of God- meu Jesus Cristo, o Cordeiro de Deus

A OVELHA NEGRA

Para que saibamos de onde vem essa expressão popular e para todos aqueles que já se sentiram assim:

A ovelha negra
Era uma vez uma ovelhinha diferente das suas irmãs de rebanho: era negra. Por isso, era desprezada e sofria todo tipo de maus tratos. As outras lhe davam mordidas, patadas; procuravam colocá-la em último lugar no rebanho. Quando estavam num prado pastando, o rebanho inteiro tentava não deixar que a ovelhinha negra provasse uma ervazinha sequer. Dessa forma, sua existência era horrível.
Farta de tanto desprezo, a ovelhinha negra afastou-se do rebanho. Durante muito tempo vagou sem rumo pelo bosque. Quando anoiteceu, exausta, a ovelhinha deitou-se, sem perceber, em um monte de farinha, onde dormiu.
Ao raiar o dia, acordou e viu, cheia de surpresa, que se havia transformado em uma ovelha muito branca, imaculada. Voltou então ao seu rebanho, onde foi muito bem recebida e proclamada rainha, pela sua bela aparência.
Naquela ocasião, estava sendo anunciada a visita do príncipe dos cordeiros, que vinha em busca de uma esposa.
O príncipe foi recebido no rebanho com grandes honras. Enquanto ele observava as ovelhas que formavam o rebanho, desabou uma violenta tempestade. A chuva dissolveu a farinha que cobria o pelo negro de nossa ovelhinha, e ela recuperou sua cor natural.
Quando a viu, o príncipe resolveu que seria a escolhida. As outras ovelhas perguntaram por quê.
- É diferente das outras. E isso, para mim, é suficiente.
Assim, a ovelhinha negra tornou-se princesa e teve, finalmente, o destino justo que merecia.
O Pai das Fábulas

ESOPO O Pai das Fábulas viveu na Grécia, aproximadamente entre os anos 570 e 620 a.C., ou seja, por volta do século VI a.C. (antes de Cristo). Responsável pela transformação da fábula em gênero literário, Esopo é tido como o criador do menor texto em prosa do mundo. De origem Frígia, região da Ásia Menor na Antiguidade, foi aprisionado na guerra entre Frígios X Helenos, tornando-se escravo da nobreza grega. Deixou como legado 358 fábulas, a quem os estudiosos atribuem como de sua autoria. No mundo antigo, os povos viviam em guerras internas, e os que perdiam tornavam-se escravos. Muitos deles eram homens cultos, cientistas, letrados, que pertenciam à nobreza estrangeira e ao exército. Esopo foi um deles: culto, sábio e cientista. Era um educador e um dos primeiros pedagogos (em grego: o que leva a criança), que se tem notícia. Contava histórias em praça pública para o povo. Pequenas historietas recolhidas na Pérsia e na Frígia, sempre com um ensinamento ético e moral. Muito prestigiado pelos atenienses, foi um hóspede brilhante na cidade, o que lhe valeu uma estátua esculpida pelo célebre artista Lisipes. Era a estátua de um homem normal, contudo, há lendas que falam que o pai das fábulas era disforme, "... o mais feio de seus contemporâneos, cabeça em ponta, nariz esborrachado, pescoço muito curto, lábios salientes, tez escura, barrigudo, pernas tortas, encurvado...", Esopo foi assim apresentado pelo monge Planudes, em um texto do século XIV, em sua obra Vida de Esopo. Como quer que tenha sido a aparência de Esopo, o fato é que ele deixou 358 fábulas, uma obra monumental, moderna, que nos fornece uma visão critica extraordinária da natureza humana e lições de moral que hoje, decorridos 26 séculos, são no mínimo de rara beleza e impressionante atualidade. Há controvérsias sobre sua morte. Segundo o historiador grego da época Alexandrina, Heráclides do Ponto, e de seu contemporâneo, o escoliasta Aristófanes (século III a.C. ), Esopo havia roubado um objeto sagrado. Diz ele que "Esopo visitando Delfos, escarneceu de seus habitantes porque não trabalhavam: viviam das oferendas feitas ao deus Apolo. Irritados, colocaram uma taça sagrada entre os pertences de Esopo que, ao sair da cidade, foi apanhado e acusado de roubar um objeto sagrado. Como era costume no caso de sacrílegos, Esopo teria sido atirado do alto de um rochedo".
Fonte Usina de Letras
Heleida Nóbrega
http://proportoseguro.blogspot.com/2008/11/fbulas-de-esopo.html

quinta-feira, 21 de abril de 2011

O QUE A RELIGIÃO FAZ


Colaboração do Ulisses:

Tudo começa bem mas...
Cuidado com o excesso de regras e procedimentos.
Eles podem se voltar contra aqueles pelos quais foram criados para proteger!

                                                                               Ulisses Sabará          



OS NÃO-CRITÉRIOS DE JESUS

Fico pensando, quando leio os evangelhos, sobre o critério que Jesus usou para escolher seus discípulos, ou seja, nenhum. Pescadores ou coletores de impostos, pessoas simples ou até rejeitadas pela comunidade.
Daí, eu comparo com os critérios dos líderes religiosos de hoje e me assusto, ao perceber o quanto a "elite espiritual" complica.
Como gostam de produzir manuais e regras! Acabam dividindo o Reino em castas e as ovelhas são classificadas em mais espirituais e menos espirituais, dependendo dos livros de discipulado que já completaram e dos cursos que já fizeram.
Se uma pessoa não for batizada ou, se não for dizimista,  e outras mais, não poderá participar deste ou daquele grupo. Nessa hora, penso em Jesus e no seu amor incondicional, então concluo, sem mais enrolação, porém com muita tristeza que, se Jesus houvesse usado os mesmos critérios desses homens, o Evangelho não teria chegado até nós, pois Pedro o negou, Paulo o perseguiu, Tomé duvidou e a maioria o abandonou com medo de serem presos.
Então, me lembro, também, das palavras de Jesus, narradas por Lucas,
Ai de vós, fariseus, que amais os primeiros assentos nas sinagogas, e as saudações nas praças.
Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! que sois como as sepulturas que não aparecem, e os homens que sobre elas andam não o sabem.
E ele lhe disse: Ai de vós também, doutores da lei, que carregais os homens com cargas difíceis de transportar, e vós mesmos nem ainda com um dos vossos dedos tocais essas cargas.(...)
Ai de vós, doutores da lei, que tirastes a chave da ciência; vós mesmos não entrastes, e impedistes os que entravam. Lucas 11:45 a 52
Ai de vós, doutores da graça... que dizem, estou rico e abastado e não preciso de coisa alguma e, nem sabes, que tu és infeliz, sim, miserável, pobre, cego e nu. Apocalipse 3:17
Que tal descomplicar? E se nos lembrássemos de onde viemos, e se fôssemos mais humildes, será que não receberíamos a todos da mesma maneira que Jesus nos recebeu? Esse mesmo Jesus que comia e que, ainda, come com os publicanos, com as prostitutas e com os pecadores!
Já imaginou se Jesus, ao invés de curar e de libertar, houvesse parado para escrever seus manuais, os regimentos internos e os estatutos?
Não nos deixando nada por escrito, Ele escreveu com Sua própria Vida e assinou com Seu Sangue.

Achei este video no UTube. Muito bom!

terça-feira, 19 de abril de 2011

Deus está em todo lugar!


Mais uma vez, eu reconheço, esta banda escreveu e cantou aquilo que me arrebatou até a presença de Deus: Casting Crowns - I Know you are There
Eles conseguem, na maioria das vezes, expressar o que sinto.
Espero que aconteça o mesmo com você!!!





Sei Que Estás Ai

Se tudo o que eu tivesse fosse um último fôlego
Eu o usaria todo só para cantar o teu louvor
Só para dizer teu nome
Se tudo que eu tivesse fosse uma última oração
Eu oraria, pois sei que tu sempre me ouves
Se eu pudesse viver mil vidas atrelado aos ponteiros do tempo
Eu vivieria cada uma delas ao teu lado

Pois sei que está aí, eu sei que tu me vês
Tu és o o ar que eu respiro
Tu és o chão que me sustenta
Eu sei que estás aí, eu sei que tu me ouves
Posso te encontrar em qualquer lugar

Se tudo que eu tivesse fosse apenas uma canção
Eu elevaria minha voz para fazer o céu cantar
E seu tivesse uma última chance chance, eu a pegaria
E investiria tudo em Ti

Se eu pudesse voar bem alto E conseguisse a atenção de todos os olhos
Eu os faria crer
no que eu sinto dentro de mim

Se eu pudesse viver mil vidas neste mundo atrelado aos ponteiros do tempo
Se eu pudesse voar bem alto e conseguisse a atenção de todos

Eu Sei que estás aí
Eu Sei que estás aí
Eu Sei que estás aí, estás aí

http://letras.terra.com.br/casting-crowns/1083435/traducao.html

domingo, 17 de abril de 2011

O JUGO E O FARDO DE CRISTO


Muitas vezes temos dificuldade para compreendermos um texto porque não conhecemos o verdadeiro sentido das palavras no contexto em que foi escrito ou falado.
Jesus conversava com o povo, usando a linguagem apropriada, a fim de que compreendessem. Ele, também, contava histórias ou parábolas (narrativa alegórica que transmite uma mensagem indireta, por meio de comparação ou analogia) para, depois, as usar de maneira prática. Claro! Ele era e é mestre, isto é, ele nos ensina. Da mesma forma que o Espírito Santo que habita em nós é, agora, nosso conselheiro.
As palavras Jesus e Cristo, também, possuem significado, pois as pessoas nos tempos bíblicos, também, eram nomeadas e conhecidas pelo que significavam. Jesus é Salvador e Cristo, Ungido, portanto, é nosso Salvador Ungido. Salvador, sabemos bem o que é. Mas o que será que significa ungido?
Antigamente, os reis e os sacerdotes eram ungidos para que exercessem suas funções. Até hoje, em países, cuja forma de governo é a monarquia, os reis são ungidos pelos sacerdotes num dia de celebração. Também, os sacerdotes, quando são ordenados, isto é, quando passam a fazer parte de alguma ordem eclesiástica, são ungidos a função.
        Jesus é Rei ou Sacerdote? Ele é rei, pois lhe foi dado todo o poder nos céus e na terra; e é sacerdote, pois é o único mediador entre Deus e os homens. Resumindo muito, a função do sumo-sacerdote, no Velho Testamento, era mediar o povo diante de Deus, para que pelo sacrifício de sangue (um cordeiro imolado), seus pecados fossem perdoados. O sacerdote entrava uma vez por ano no Santo dos Santos (lugar da presença de Deus no Templo) pedindo perdão pelos seus erros e pelos erros do povo de Israel.
            Jesus é o Cordeiro que foi imolado na cruz pelo sumo-sacerdote da época, Caifás. Por ter sua carne rasgada pelos pecados da humanidade, Jesus nos deu o direito, pela fé nisso, de entrarmos na presença de Deus quando quisermos, pois seu sangue nos propiciou a salvação.
            Os reis possuem servos, portanto, se eu creio no Filho de Deus como propiciação pelos meus pecados, eu aceito seu senhorio sobre a minha vida: ele é meu Senhor Jesus Cristo. Agora, sim, eu sei o que Jesus é e isso é muito sério! Sou serva do salvador rei e sacerdote.
            Assim, quem pode dizer com convicção e de verdade: Nosso Senhor Jesus Cristo?

            Jesus, o Cristo, segundo a narrativa de Mateus em seu evangelho (boas novas do Reino) no capítulo 11 versos 27, 28, 29 e 30,

"Tudo me foi entregue por meu Pai. Ninguém conhece o Filho, senão o Pai; e ninguém conhece o Pai senão o Filho e aquele a quem o Filho quiser revelar. Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para a vossa alma. Porque o meu jugo é suave, e meu fardo é leve."

De acordo com os dicionários -
Michaellis
jugo
sm (lat jugu) 1 Barra ou armação de madeira, pela qual dois animais de tiro, especialmente bois, são unidos pelo pescoço ou cabeça, para o trabalho; canga. 2 Junta de bois. 3 Antig Dispositivo curvo colocado ao pescoço dos vencidos. 4 Símbolo de submissão, que consistia numa lança posta horizontalmente sobre duas outras cravadas no solo e sob a qual os antigos romanos faziam passar os seus inimigos vencidos. 5 Agente opressivo que reduz à sujeição, submissão ou servidão. 6 Sujeição, opressão. 7 Dominação. 8 Domínio moral.
fardo
sm (ital fardo) 1 Carga, peso, volume. 2 Embrulho, pacote. 3 Volume mais ou menos pesado, preparado para transportar. 4 Aquilo que custa a sofrer. 5 O que exige cuidados e responsabilidades.
 Houaiss
 Jugo:
1 peça de madeira assentada sobre a cabeça dos bois para atrelá-los a uma carroça ou arado; canga 2 Derivação: por extensão de sentido. parelha de bois 3 Derivação: sentido figurado. sujeição imposta pela força ou autoridade; opressão 4 Derivação: sentido figurado. vínculo de submissão e obediência resultante de determinado tipo de convenção ou obrigação.
Fardo
1 objeto ou conjunto de objetos mais ou menos volumosos e pesados que se destinam ao transporte; carga 2 qualquer tipo de embrulho, pacote ou volume 3 Derivação: sentido figurado: aquilo que é difícil ou duro de suportar 4 Derivação: sentido figurado:aquilo que impõe sérias responsabilidades.

            Entretanto, como vivemos no século 21, pouquíssimas pessoas já viram um jugo ou um fardo.
               No tempo de Jesus, quando alguém possuía um boi novo que necessitava de treinamento para arar a terra, o dono do boi escolhia outro boi bem experimentado e colocava o jugo ou a parelha em ambos e, dessa forma o boi novo aprendia a arar. E, quem carregava os fardos eram os servos, ou seja, os escravos.
            Jesus estava dizendo – eu sou a pessoa que vai lhes ensinar os princípios do Reino. Deixem que eu coloque em vocês meus conceitos e lhes ensine a maneira de se comportarem nas obras que forem realizar.
            Esqueçam tudo o que vocês aprenderam até agora e creiam no que estou lhes ensinando. Eu facilito tudo para vocês!Esqueçam os fariseus com suas ordens. Joguem fora os princípios humanos e aprendam comigo!Eu sou Rei e Sacerdote de outro Reino! Saiam desse reino e venham para o meu Reino!Nele, vocês, também, serão reis e sacerdotes.
            Uma vez que aceitemos o jugo de Jesus, experimentaremos a liberdade, porque se o Filho nos libertar, verdadeiramente, seremos livres. O jugo é suave e o fardo é leve, encontraremos descanso para nossas almas.
            Não permitamos que ninguém mais coloque jugo ou fardo algum em nós. Nem religiões, nem filosofias, nem regras humanas. 
           Os evangelhos, as cartas dos apóstolos Paulo, Pedro, Tiago e João estão repletos de conselhos nos alertando, para não nos deixarmos manipular pelos homens que buscam poder e riquezas, que se colocam como donos da verdade e que querem nos dominar pelo medo, usando versículos bíblicos fora de contextos para nos acusar de rebeldes ou de fracos.
            Nesse século maluco em que vivemos, ouvimos tantos absurdos a respeito do evangelho que não podemos deixar de ler a Bíblia e de orarmos buscando inteligência, capacidade intelectual pensante que vem do Espírito, para que não erremos.
            Não podemos permitir que homem algum, vestido de líder, de papa, de pastor, de discipulador ou de apóstolo decida o que é melhor para nós, interferindo em nossas escolhas, “profetizando” em nome de Deus, querendo tomar o lugar de Jesus Cristo em nossas vidas; tornando a colocar um jugo ou um fardo que nenhum deles carrega, mas que nos obriga a carregar.
            Jesus já rasgou o véu, rasgando sua carne para que, destemidamente, entremos na presença do Pai sem intermediários. Ele já nos fez reis e sacerdotes, pois colocou seu jugo em nós quando fomos até Ele e, já, nos presenteou com o seu fardo: a graça.


Tudo se resume nisto: sermos servos de Cristo, parelhas dEle.

JESUS E A REALIDADE

Música - Jesus e a Realidade da Comunidade S8
Álbum - Apelo à Terra 
Expressa o caráter desse Blog.
Fotos: viagem a Éfeso

quinta-feira, 14 de abril de 2011

DE GLÓRIA EM GLÓRIA


Isaías 55: 8-13

Os caminhos de Deus são muito mais altos do que os nossos e os Seus pensamentos, também, muito mais altos do que os nossos.
Muitas vezes, passamos por tribulações e por provas como resposta as nossas orações e só percebemos um tempo depois. Como somos pequenos, ínfimos diante da Glória de Deus, achamos que Ele se afastou de nós (e é bem isso que nosso adversário quer que pensemos!).
Nossa estultícia nos cega, porque é bem nessa hora que a Glória do Pai brilha muito mais intensamente. Ele ama ouvir nossa voz pedindo e clamando para que fiquemos mais parecidos com Ele, ou seja, HUMILDES e QUEBRANTADOS – o amor incondicional é assim, Ele nos vê prontos e perfeitos, penetra nossa alma e espírito e nos enxerga, perfeitamente, acabados. Esse é o amor que se nega para se igualar ao pó da terra. Assim como não vemos defeitos em nossos filhos carnais, Ele, também não vê defeito em nós.
Deus se aproxima de nós para nos abraçar e pensamos que estamos passando por tribulação, justamente, porque não podemos suportar Sua presença dentro de nosso corpo deteriorado pelo pecado.
A bondade de nosso Pai é tanta, porém nossa compreensão limitadíssima!
Quando Ele nos “corrige” (e fomos nós que pedimos), isto é, como oleiro burilando o barro, por um momento, achamos que não suportaremos, entretanto, logo em seguida, rejubilamos de tanta alegria que parece que nosso coração vai explodir.
Descobrimos, finalmente, que é verdade mais uma vez: todas as coisas contribuem para nosso bem e como está escrito: Por amor de ti somos entregues á morte o dia todo, fomos considerados como ovelhas para o matadouro. Em todas essas coisas, porém, somos mais do que vencedores por meio daquele que nos amou. Rm. 8:26 a 39
Choramos, caímos em depressão, sofremos de síndrome do pânico, deixamos todos, ao nosso redor, preocupados, somente, porque oramos pedindo, conhecer a Deus mais de perto e porque queremos ouvir sua voz. O Pai, prontamente, ouve e se aproxima e, assim, desfalecemos. Como Ele deve se alegrar quando percebe esse desejo em nós!
 O apóstolo Pedro nos ensina - amados , não estranheis o ardente fogo que vem sobre vós para vos provar, como se coisa estranha vos acontecesse; Mas alegrai-vos no fato de serdes participantes das aflições de Cristo, para que, também ,na revelação da sua glória vos regozijeis e alegreis.
Alguns devem pensar – que Deus mau que se alegra com nossa dor... Contudo, Ele não anda conforme a filosofia e os princípios humanos. Ele é Deus! Ele se entregou, deixando toda Glória e morreu a morte da cruz – a mais humilhante da época. E a um coração quebrantado e contrito, ele não despreza. O problema é que somos tão ignorantes e medíocres que reclamamos, sem perceber que tudo é por AMOR.
Esquecemos de que “os planos que tenho para vós, diz o Senhor, são planos de paz, e não de mal, para vos dar uma esperança e um futuro.” Jeremias 29:11
Até que oremos, novamente, para que o Ele nos sonde e que veja se há algum caminho mau em nossos corações, de tribulação em tribulação e de prova em prova percebamos que – na verdade, entre os perfeitos falamos sabedoria, não, porém, a sabedoria deste mundo, nem dos príncipes deste mundo, que estão sendo reduzidos a nada; mas falamos a sabedoria de Deus em mistério, que esteve oculta, a qual Deus preordenou antes dos séculos para nossa glória; a qual nenhum dos príncipes deste mundo compreendeu; porque se a tivessem compreendido, não teriam crucificado o Senhor da glória. Mas, como está escrito: As coisas que olhos não viram, nem ouvidos ouviram, nem penetraram o coração do homem, são as que Deus preparou para os que o amam. Porque Deus no-las revelou pelo seu Espírito; pois o Espírito esquadrinha todas as coisas, mesmos as profundezas de Deus. Pois, qual dos homens entende as coisas do homem, senão o espírito do homem que nele está? Assim também as coisas de Deus, ninguém as compreendeu, senão o Espírito de Deus. Ora, nós não temos recebido o espírito do mundo, mas sim o Espírito que provém de Deus, a fim de compreendermos as coisas que nos foram dadas gratuitamente por Deus; as quais, também, falamos, não com palavras ensinadas pela sabedoria humana, mas com palavras ensinadas pelo Espírito Santo, comparando coisas espirituais com espirituais. Ora, o homem natural não aceita as coisas do Espírito de Deus, porque, para ele, são loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente. Mas o que é espiritual discerne bem tudo, enquanto ele por ninguém é discernido. Pois, quem jamais conheceu a mente do Senhor, para que possa instruí-lo? Mas nós temos a mente de Cristo.
 Entretanto, reitero, por continuarmos a ser pó, assim, voltará a ser, na próxima vez em que orarmos, clamando pela presença e pelo conhecimento de Deus, distraidamente, nos esqueceremos de que, bem recentemente, desfalecemos, quase questionando o AMOR do Pai. De tribulação em tribulação, mas, de glória em glória, alcançaremos a coroa que nos foi prometida.

A Deus toda honra, toda glória e todo o louvor!!!

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Do que é que este mundo necessita?

Esta música traduz muito do que eu penso:







What This World Needs
What this world needs
Is not another one hit wonder with an ax to grind
Another two bit politician peddling lives
Another three ring circus society

What this world needs
Is not another sign waving super saint who's better than you
Another ear pleasing candy man afraid of the truth
Another prophet in an Armani suit

What this world needs
Is a Savior who will rescue
A Spirit who will lead
A Father who will love them
In their time of need

A Savior who will rescue
A Spirit who will lead
A Father who will love
That's what this world needs

What this world needs
Is for us to care more about the inside, than the outside
If we become so blind that we can't see
God's gotta change our heart before He changes our shirt

What this world needs
Is for us to stop hiding behind our relevance
When we mean so well
That people can't see the difference
And it's the difference that sets the world free

What this world needs
Is a Savior who will rescue
A Spirit who will lead
A Father who will love them
In their time of need

A Savior who will rescue
A Spirit who will lead
A Father who will love
That's what this world needs

People aren't confused by the Gospel
They are confused by us
Jesus is the only way to God
But we are not the only way to Jesus
This world doesn't need my tie, my hoodie,
My denomination or my translation of the Bible
They just need Jesus
We can be passionate about what we believe
But we can't strap ourselves to the Gospel
Because we are slowing it down
Jesus is going to save the world
But maybe the best thing we can do
Is just get out of the way

What this world needs
Is a Savior who will rescue
A Spirit who will lead
A Father who will love them
In their time of need

A Savior who will rescue
A Spirit who will lead
A Father who will love
That's what this world needs

Jesus is our Savior
That's what this world needs
The Father's arms around you
That's what this world needs
That's what this world needs

 
Do que é que este mundo necessita?
Não é de outro golpe milagroso do
machado que esmiuça a penha
De outros dois partidos políticos
espalhando boatos uns dos outros
De outra sociedade do circo dos três anéis

Do que é que este mundo necessita?
Não é de outra onda de sinais de alguém
super santo que é melhor do que você
De outro homem gentil falando o que o ouvido quer ouvir com medo de dizer a verdade
De outro profeta vestindo um terno Armani

Do que é que este mundo necessita?
É de um Salvador que resgate
De um espírito que conduza
De um pai que os ame
No tempo da necessidade

De um Salvador que resgate
De um espírito que conduza
De um pai que ame
É disso que o mundo necessita

Do que é que este mundo necessita?
É de que nos preocupemos mais com o interior do que com o exterior
Se nos tornarmos tão cegos que não possamos ver
Deus precisa mudar nosso coração antes de mudar nossa camisa

Do que ´que este mundo necessita?
É de que paremos de nos esconder atrás de nossa relevância
Quando nos moldamos tão bem ao mundo
Que as pessoas não conseguem ver a diferença
E é a diferença que liberta  o mundo

Do que é que este mundo precisa?
É de um Salvador que resgate
De um espírito que conduza
De um pai que os ame
No tempo da necessidade

De um Salvador que resgate
De um espírito que conduza
De um pai que ame
É disso que o mundo necessita

As pessoas não ficam confusas por causa do Evangelho
Ficam confusas por nossa causa
Jesus é o único caminho a Deus
Mas nós não somos o único caminho a Jesus

Este mundo não necessita da minha gravata, da minha cobertura,
da minha denominação ou da minha tradução da Bíblia
Necessita apenas de Jesus

Nós podemos ser apaixonados pelo que acreditamos
Mas nós não podemos nos enroscar no Evangelho
Porque nós o estamos facilitando, diminuindo
Jesus irá salvar o mundo
Mas, talvez, a melhor coisa que possamos fazer,
É, somente, sair da frente

Do que este mundo precisa
É de um Salvador que resgate
De um espírito que conduza
De um pai que os ame
No tempo da necessidade

De um Salvador que resgate
De um espírito que conduza
De um pai que ame
É disso que o mundo necessita

Jesus é nosso Salvador
É dele que as pessoas necessitam
Dos braços do Pai os envolvendo
É disso que este mundo necessita
É disso que este mundo necessita