Os princípios verdadeiros podem ser bem diferentes dos nossos ...

Os princípios verdadeiros pelos quais devemos viver podem ser bem divergentes dos que cremos, podendo ser sofismas inventados pelos homens: sombras da verdade ou fragmentos dela.
A identidade do homem é construída por meio de certos contextos sociais, culturais e históricos, porém o Eterno está no contexto da humanidade absolutamente. Quando atinamos com isso, passamos da morte para a vida.
Nesta página poderemos refletir e argumentar, para descobrirmos se estamos vivendo a VERDADE, essa que é absoluta e que não depende de quaisquer pontos de vista.







"Não deixe portas entreabertas. Escancare-as ou bata-as de vez. Pelos vãos, brechas e fendas passam apenas semiventos, meias verdades e muita insensatez."
Cecília Meireles

Vivemos eternamente adquirindo convicções novas e num eterno trabalho de reeducação de nós mesmos.
Mário de Andrade

quinta-feira, 27 de outubro de 2011



Se não puderes ser um pinheiro, no topo de uma colina,
Sê um arbusto no vale mas sê
O melhor arbusto à margem do regato.
Sê um ramo, se não puderes ser uma árvore.
Se não puderes ser um ramo, sê um pouco de relva
E dá alegria a algum caminho.

Se não puderes ser uma estrada,
Sê apenas uma senda,
Se não puderes ser o Sol, sê uma estrela.
Não é pelo tamanho que terás êxito ou fracasso...
Mas sê o melhor no que quer que sejas.

Pablo Neruda

domingo, 23 de outubro de 2011

Inversão de valores

Outro dia uma pessoa me contou que certo líder a chamou pra uma conversa.
Ao chegar à "sala pastoral", veio-lhe a sensação de que estava assentada como se fosse um funcionário que estaria pra ser ser despedido da instituição.
Por meio de uma conversa fiada e sem lhe peguntar o motivo de sua ausência (pois já há algum tempo não aparecia), veio com a frase "se você sair dessa igreja, não saia falando mal dela, pois seria prejudicial pra ela mesma, ela poderia estar atraindo maldição pra si mesma". Ele estava ali pra aconselhar...
Qual seria a preocupação desse líder?
A igreja?
A pessoa?
Ou sua reputação como líder?
De uma coisa eu tenho certeza, não era com a vida dessa ovelha que já estava desgarrada do rebanho.
Ele não foi buscá-la, ele a chamou até sua "igreja", pra se certificar de que sua imagem não seria denegrida. Em momento algum, demonstrou que estaria preocupado com sua saúde espiritual, mas sim, com o opinião que a ovelha nutria a respeito da instituição.
Triste...
A igreja existe por causa das pessoas ou as pessoas por causa da igreja?

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Falsa humildade

Pedir perdão à pessoa ofendida,
sem que haja arrependimento,
é buscar, por parte do ofensor,
o próprio interesse.
É conveniência.
É um pedido de perdão protocolar,
é outra ofensa maior.
É menosprezo.
É soberba.
É prepotência.
É a receita certa da arrogância...

Junte uma porção de vaidade
Com um pacote de orgulho
Ferva com ganância
e aspirações de poder
Adicione oportunidade
e uma platéia
Tempere com egocentrismo
e com indiferença
Deixe resfriar nos ares da superioridade
e decore com estupidez
Está pronta a arrogância!
Sergio Fajardo

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Obstáculos

O coração é mais enganoso do que qualquer doença incurável. Jr. 17: NVLH
Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o conhecerá? ARC

Tenho pra mim que um dos maiores obstáculos na vida cristã seja o orgulho. Poucas coisas são mais contrárias à natureza humana do que o desejo de que os outros recebam mais glória do que nós.
Nosso maior inimigo é o orgulho, porém nosso maior amigo é a humildade.
A humildade exige uma reserva de força sobrenatural que só possuem aqueles que são suficientemente fortes para admitirem sua fraqueza.
Outro obstáculo intrinsecamente ligado ao orgulho é o legalismo, pois leva os relacionamentos a serem superficiais, na medida em que julgarmos nosso próximo, usando um microscópio e não um espelho. Deixamos de olhar nossos erros e passamos aos detalhes do erro do outro e, pior, nos transformamos em acusadores, em fariseus hipócritas, vasculhando com lentes, eletronicamente ajustadas, de acordo com  regras que ninguém consegue entender, os defeitos do outro.
Dessa forma, toda motivação nos relacionamentos deixa de ser o amor dando lugar ao temor, pois teremos de acreditar que somos infalíveis: uma grande e ostensiva mentira!
Passamos a desempenhar papéis, sendo que nossa maior máscara será o orgulho e nossa fantasia, o medo. Medo de sermos descobertos falíveis e pecadores.
Adoecemos (e essa doença é incurável, se não for admitida e confessada) ao nos afastarmos da simplicidade e da vulmerabilidade. Partimos para a acusação e o amor que poderia lançar fora todo o medo e que encobriria uma muitidão de pecados, transforma-se em ódio religioso assassino.
Crucificamos, mais uma vez, o Filho de Deus.
Orgulho e legalismo são vencidos com humildade e amor (graça). Quem se habilita?

domingo, 16 de outubro de 2011

Melhor é ter esperança

Lementações de Jeremias 3 - (quando nos lembrarmos das nossas falhas e lutas)

     20    Penso sempre nisso

          e fico abatido.

     21     Mas a esperança volta

          quando penso no seguinte:

     22     O amor do Senhor Deus não se acaba,

          e a sua bondade não tem fim.

     23     Esse amor e essa bondade são novos todas as manhãs;

          e como é grande a fidelidade do Senhor!

     24     Deus é tudo o que tenho;

          por isso, confio nele.

     25     O Senhor é bom para todos os que confiam nele.

     26     O melhor é ter esperança

          e aguardar em silêncio a ajuda do Senhor.

Sociedade Bíblica do Brasil: Nova Tradução Na Linguagem De Hoje 2000;

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Jesus e a religião

Se Jesus for a opção número 1 do significado de religião do dicionário, então Ele será minha religião:
Religião  (HOUAISS)
1 culto prestado a uma divindade; crença na existência de um ente supremo como causa, fim ou lei universal 2 conjunto de dogmas e práticas próprias de uma confissão religiosa
3 a manifestação desse tipo de crença por meio de doutrinas e rituais próprios

PORÉM,
jamais será, se significar 2 ou 3!

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

BONS AMIGOS

BONS AMIGOS



Abençoados os que possuem amigos,
os que os têm sem pedir.


Porque amigo não se pede, não se compra, nem se vende.

Amigo a gente sente!



Benditos os que sofrem por amigos, os que falam com o olhar.

Porque amigo não se cala, não questiona, nem se rende.


Amigo a gente entende!


Benditos os que guardam amigos, os que entregam o ombro pra chorar.


Porque amigo sofre e chora.

Amigo não tem hora pra consolar!

Benditos sejam os amigos que acreditam na tua verdade ou te apontam a realidade.


Porque amigo é a direção.

Amigo é a base quando falta o chão!


Benditos sejam todos os amigos de raízes, verdadeiros.

Porque amigos são herdeiros da real sagacidade.


Ter amigos é a melhor cumplicidade!



Há pessoas que choram por saber que as rosas têm espinho,

Há outras que sorriem por saber que os espinhos têm rosas!

Machado de Assis

domingo, 9 de outubro de 2011

Aclame ao Senhor

Leva-ma à cruz

A mais bela de todas as coisas

O dia mais belo: hoje
A coisa mais fácil: errar
O maior obstáculo: o medo
O maior erro: o abandono
A raiz de todos os males: o egoísmo
A distração mais bela: o trabalho
A pior derrota: o desânimo
Os melhores professores: as crianças
A primeira necessidade: comunicar-se
O que traz felicidade: ser útil aos demais
O pior defeito: o mau humor
A pessoa mais perigosa: a mentirosa
O pior sentimento: o rancor
O presente mais belo: o perdão
o mais imprescindível: o lar
A rota mais rápida: o caminho certo
A sensação mais agradável: a paz interior
A maior proteção efetiva: o sorriso
O maior remédio: o otimismo
A maior satisfação: o dever cumprido
A força mais potente do mundo: a fé
As pessoas mais necessárias: os pais
A mais bela de todas as coisas: O AMOR!!!
Madre Tereza de Calcutá

sábado, 8 de outubro de 2011

Será você ... e Deus

Se você é um vencedor,
terá alguns falsos amigos
e alguns amigos verdadeiros.
Vença assim mesmo.

Se você é honesto e franco,
as pessoas podem enganá-lo
Seja honesto e franco assim mesmo.

O que você levou anos para construir
Alguém pode destruir de uma hora para outra.
Construa assim mesmo.

Se você tem paz e é feliz,
As pessoas podem sentir inveja.
Seja feliz assim mesmo.

Dê ao mundo o melhor de você,
mas isso pode nunca ser o bastante.
Dê o melhor de você assim mesmo.

Veja você que, no final de tudo
Será você ... e Deus.

E não você ... e as pessoas!

Madre Tereza de Calcutá

Deuses e Homens


Deuses e Homens

Paulo Brabo em: Em seis passos o que faria Jesus.




Para quem vive a cristandade do nosso lado do planeta a salvação é entendida, fundamentalmente, em termos jurídicos. A partir de uma leitura pouco imparcial das cartas do Apóstolo, nossa tradição acabou concluindo que a salvação é uma mudança de status legal, um indulto emitido pelo juiz em favor de quem concorda em dar crédito ao caráter remissório do sacrifício do advogado.

Não é assim na metade oriental da cristandade, a igreja chamada de Ortodoxa e que gerou gente notável como Dostoiévski e Tolstói. Nossa igreja e a ortodoxa são gêmeas separadas não muito depois do nascimento, mas que desde a cisão não conseguem entender direito as ideias e o comportamento uma da outra. Por exemplo, ambas concordam que o homem carece de uma salvação que só Jesus pode dar — mas discordam sobre de que Jesus salva o homem, e para quê.

Para os cristãos ortodoxos, a essência da salvação não está na justificação, mas na deificação (grego theosis) — transformação de seres humanos em deuses. Nos documentos da igreja primitiva a deificação não merece menos destaque do que a justificação, mas a theosis como conceito teológico não comparece no pensamento
cristão ocidental há mais de mil anos.

O evangelho diz que a todos que acolheram sua encarnação Deus “deu o poder de se tornarem filhos de Deus”. Tradicionalmente esse foi entendido como sendo o poder de nos tornarmos participantes da natureza divina. Essa é a lógica da deificação, resumida numa única frase de Irineu: “Se o Verbo tornou-se o homem foi para que homens se tornassem deuses”.

Os ortodoxos e seus antecessores deixam claro, no entanto, que o milagre da deificação não está em tornar o cristão um deus independente e digno, ele mesmo, de adoração. Agostinho raciocina que, “se somos feitos filhos de Deus, somos da mesma forma feitos deuses”, mas esclarece: “Deus quer fazer de você um deus; não por natureza ou nascimento, mas por graça e por adoção”. Atanásio também opina que “somos como Deus por imitação, não por natureza”.

A idéia está em imitar Deus em sua revelação máxima, a pessoa de Jesus. Aqui está o mistério: a deificação diz respeito muito mais a aprendermos a ser gente do que a ser deuses.

João Crisóstomo (349-407), pregador de Antioquia que ajudou a cristalizar o que viria a ser o pensamento dos cristãos ortodoxos sobre a deificação, ensinava que o mistério da redenção está indelevelmente associado ao mistério da encarnação. Isto é, a salvação diz pelo menos tanto respeito à vida de Cristo quanto à sua morte. A encarnação, para Crisóstomo, não só revelara Deus para a humanidade: revelara também a verdadeira humanidade para a humanidade. Imitar a legitimidade da vida terrena de Jesus é infundir-se do sopro vital de Deus, o regenerador “espírito de Cristo”
— em letras tanto maiúsculas quanto minúsculas. O fim da deificação (e, portanto, da salvação) é restaurar no homem a imagem da divindade impressa nele por Deus na criação, imagem que Jesus estampou integralmente. Deus quer que sejamos deuses para que aprendamos finalmente a ser homens.

No pensamento ortodoxo a salvação instila uma mudança real na natureza humana; não se trata — como normalmente cremos aqui no Ocidente — de uma mudança relativa e temporária, a ser melhor implantada em momento oportuno. Para nós, o homem é salvo da condenação; para os cristãos ortodoxos, é salvo da mediocridade. Para nós o homem é salvo para viver com Deus um dia ; para os ortodoxos, é salvo para viver como Deus hoje.

Nas palavras de Crisóstomo:

“Visto que Cristo ascendeu ao céu sua carne tornou-se, como as primícias, o princípio dos que dormem. Ele abençoou a humanidade inteira através dessa única carne e desse único princípio. Antes, por causa do pecado, nada era mais abjeto do que o homem, enquanto agora nada é mais honrado do que ele. Através do Cristo ressurreto e ascendido o homem vence a corrupção e adquire incorrupção. Vence a morte, porque a morte foi inteiramente abolida e não aparece em lugar algum, enquanto o homem adquire imortalidade e é deificado. Deus e humanidade tornaram-se de fato uma única raça.”



A obsessão forense da igreja ocidental fez com que nos concentrássemos quase que exclusivamente nos méritos da morte de Cristo. O terrível preço dessa ênfase foi que perdemos de vista os méritos de sua vida e sua encarnação. Por deixarmos de considerar o caráter do Jesus dos evangelhos, a teologia ocidental tornou-se
eminentemente racionalista,  intelectual e escolástica; perdeu contato com as necessidades da vida real e a espiritualidade do homem comum. Perdeu o dom de lavar pés e ensinar lavradores. Ocupou-se em entender a revelação racionalmente e explicá-la com argumentos lógicos a uma audiência sofisticada. Passamos a crer que a salvação é questão de uma aceitação intelectual da verdade, sem relação alguma com a vida real de Deus ou com a nossa.

Perdemos no processo o dom que Jesus veio nos conceder, o de sermos gente: agentes humanizadores num mundo desumano e deuses suplentes num mundo sem Deus. Como sempre acontece, o que nos falta é voltar aos princípios mais fundamentais da humanidade de Jesus – o Deus encarnado que escolheu chamar a si mesmo de Filho do Homem.

Enganar-se a si mesmo

Pode ser que:
Quem viva a confessar pública e desnecessariamente que possua certeza de suas escolhas e opções seja porque duvide delas e, muitas vezes, o faz, para se convecer de que não errou.
Senhor! Livra-me de escolhas erradas para que não me vanglorie delas!

Eu aprendi

“Eu aprendi…
…que ter uma criança adormecida nos braços é um dos momentos mais pacíficos do mundo;
Eu aprendi…
…que ser gentil é mais importante do que estar certo;
Eu aprendi…
…que nunca se deve negar um presente a uma criança;
Eu aprendi…
…que eu sempre posso fazer uma prece por alguém quando não tenho a força para ajudá-lo de alguma outra forma;
Eu aprendi…
…que não importa quanta seriedade a vida exija de você, cada um de nós precisa de um amigo brincalhão para se divertir junto;
Eu aprendi…
…que algumas vezes tudo o que precisamos é de uma mão para segurar e um coração para nos entender;
Eu aprendi…
…que os passeios simples com meu pai em volta do quarteirão nas noites de verão quando eu era criança fizeram maravilhas para mim quando me tornei adulto;
Eu aprendi…
…que deveríamos ser gratos a Deus por não nos dar tudo que lhe pedimos;
Eu aprendi…
…que dinheiro não compra “classe”;
Eu aprendi…
…que são os pequenos acontecimentos diários que tornam a vida espetacular;
Eu aprendi…
…que debaixo da “casca grossa” existe uma pessoa que deseja ser apreciada, compreendida e amada;
Eu aprendi…
…que Deus não fez tudo num só dia; o que me faz pensar que eu possa?
Eu aprendi…
…que ignorar os fatos não os altera;
Eu aprendi…
…que quando você planeja se nivelar com alguém, apenas esta permitindo que essa pessoa continue a magoar você;
Eu aprendi…
…que o AMOR, e não o TEMPO, é que cura todas as feridas;
Eu aprendi…
…que a maneira mais fácil para eu crescer como pessoa é me cercar de gente mais inteligente do que eu;
Eu aprendi…
…que cada pessoa que a gente conhece deve ser saudada com um sorriso;
Eu aprendi…
…que ninguém é perfeito até que você se apaixone por essa pessoa;
Eu aprendi…
…que a vida é dura, mas eu sou mais ainda;
Eu aprendi…
…que as oportunidades nunca são perdidas; alguém vai aproveitar as que você perdeu.
Eu aprendi…
…que quando o ancoradouro se torna amargo a felicidade vai aportar em outro lugar;
Eu aprendi…
…que devemos sempre ter palavras doces e gentis pois amanhã talvez tenhamos que engoli-las;
Eu aprendi…
…que um sorriso é a maneira mais barata de melhorar sua aparência;
Eu aprendi…
…que não posso escolher como me sinto, mas posso escolher o que fazer a respeito;
Eu aprendi…
…que todos querem viver no topo da montanha, mas toda felicidade e crescimento ocorre quando você esta escalando-a;
Eu aprendi…
…que só se deve dar conselho em duas ocasiões: quando é pedido ou quando é caso de vida ou morte;
Eu aprendi…
…que quanto menos tempo tenho, mais coisas consigo fazer.”
Shakespeare

Recomeçar

RECOMEÇARNão importa onde você parou…
em que momento da vida você cansou…
o que importa é que sempre é possível e
necessário “Recomeçar”.
Recomeçar é dar uma nova chance a si mesmo…
é renovar as esperanças na vida e o mais importante…
acreditar em você de novo.
Sofreu muito nesse período?
foi aprendizado…
Chorou muito?
foi limpeza da alma…
Ficou com raiva das pessoas?
foi para perdoá-las um dia…
Sentiu-se só por diversas vezes?
é porque fechaste a porta até para os anjos…
Acreditou que tudo estava perdido?
era o início da tua melhora…
Pois é…agora é hora de reiniciar…de pensar na luz…
de encontrar prazer nas coisas simples de novo.
Que tal
Um corte de cabelo arrojado…diferente?
Um novo curso…ou aquele velho desejo de aprender a
pintar…desenhar…dominar o computador…
ou qualquer outra coisa…
Olha quanto desafio…quanta coisa nova nesse mundão de meu Deus te
esperando.
Tá se sentindo sozinho?
besteira…tem tanta gente que você afastou com o
seu “período de isolamento”…
tem tanta gente esperando apenas um sorriso teu
para “chegar” perto de você.
Quando nos trancamos na tristeza…
nem nós mesmos nos suportamos…
ficamos horríveis…
o mal humor vai comendo nosso fígado…
até a boca fica amarga.
Recomeçar…hoje é um bom dia para começar novos
desafios.
Onde você quer chegar? ir alto…sonhe alto… queira o
melhor do melhor… queira coisas boas para a vida… pensando assim
trazemos prá nós aquilo que desejamos… se pensamos pequeno…
coisas pequenas teremos…
já se desejarmos fortemente o melhor e principalmente
lutarmos pelo melhor…
o melhor vai se instalar na nossa vida.
E é hoje o dia da faxina mental…
joga fora tudo que te prende ao passado… ao mundinho
de coisas tristes…
fotos…peças de roupa, papel de bala…ingressos de
cinema, bilhetes de viagens… e toda aquela tranqueira que guardamos
quando nos julgamos apaixonados… jogue tudo fora… mas principalmente… esvazie seu coração… fique pronto para a vida… para um novo amor… Lembre-se somos apaixonáveis… somos sempre capazes de amar muitas e muitas vezes… afinal de contas… Nós somos o “Amor”…
” Porque sou do tamanho daquilo que vejo, e não do
tamanho da minha altura.”
Carlos Drummond de Andrade.